Protegendo nossa consciência

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email
Share on print

14 Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça

Ef 6.14

Em At 24.26, Paulo disse que queria ter uma consciência sem ofensa para com Deus e os outros, por querer ser um homem de integridade – alguém que é responsivo à Palavra de Deus. O caminho para isso é cingindo-se com a verdade da Escritura. Quando um soldado romano apertava o cinto antes do combate, era para arrumar a túnica de maneira que não se emaranhasse com ela. O cinto também guardava a espada, símbolo da Espada do Espírito (v. 17). Paulo ensina que a consciência deve ser treinada e restringida e guiada pela Palavra de Deus, deve ser por ela purificada, preenchida, calibrada e re-orientada.