Ligados na Evangélica 23 de agosto de 2020

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email
Share on print

Quais são as suas motivações?

As motivações importam muito, pois ações aparentemente iguais podem ter valor completamente diferente dependendo da motivação interior.

Quando nos aproximamos de Deus mais ainda as motivações são importantes, pois diante dEle não dá para mascarar e enganá-Lo da verdade, Ele sabe a verdade mais profunda de nosso coração.

Risonaldo Júnior

Avisos

Live Devocional Encontros com Deus

De seg à sab, 12h30

Ao vivo transmitido pelas Redes Sociais:

Culto Vida na Palavra

26/8, quarta-feira, 19h30

Culto Presencial, também transmitido pelas Redes Sociais:

Live Bora Conversar

Sobre Empreendedorismo Ideias para Negócios e Novas Fonte de Renda
20/8, quinta-feira, 19h

Ao vivo transmitido pelas Redes Sociais:

Vigília da Juventude

26/8, sexta-feira, 22h

Culto Presencial

Culto de Domingo

30/8, 18h

Culto Presencial, também transmitido pelas Redes Sociais:

Contribua com a Ação Social IEBSR

Traga a sua doação de alimentos aos Cultos

Conta Bancária para Contribuição

Banco: Caixa Econômica Federal
Agência: 1010
Operação: 013
Conta: 1082-0
Titular: Igreja Evangélica Batista de João Pessoa

Próximos Aniversariantes

Devocional Encontros com Deus

24/8, segunda-feira

Não seja motivado em agradar os homens
Gl 6.12

Fp 3.18

Tentando causar boa impressão exterior para não ser perseguido por causa da cruz de Cristo.

Os judaizantes queriam aplausos dos homens.
Quantas vezes nós estamos fazendo as coisas na vida em busca do aplauso dos homens. Queremos que nossos pais nos reconheçam, que nossos amigos nos reconheçam, que a sociedade nos reconheça. Para que isso aconteça pagamos qualquer preço.

Os judaizantes estavam usando as pessoas para atingir os seus objetivos pessoais.
Da mesma forma também nós não nos relacionamos com as pessoas pelo valor que elas têm ou para o bem delas, mas as usamos para atingirmos os nossos objetivos pessoais egoístas. Tratamos os outros como objetos, como ferramentas das nossas jogadas.

Os judaizantes não queriam se identificar com o Cristo crucificado.
Cristo crucificado é uma loucura e um problema, era assim naquela época, é assim ainda hoje.
Para os judaizantes era uma vergonha ter o Cristo crucificado, significava fraqueza, era uma desonra. Estar entre os judeus dava certa distinção e reconhecimento diante da sociedade.
Identificar-nos com o Cristo crucificado hoje pode nos trazer grande desconforto. Podemos ser tratados como extremistas, hipócritas, sem capacidade para pensar, julgados como arrogantes e preconceituosos, ser perseguidos na família, na escola e faculdade, no trabalho e em outros ambientes da sociedade.

Não tenham medo de se identificar com Cristo crucificado.
Mesmo que isso nos custe caro em nossa relação com os homens, que Cristo crucificado seja a nossa identidade. Isso significa que sabemos que não nos salvamos a nós mesmos, que tudo que temos vem de Cristo.
Algumas outras referências bíblicas nos ajudam a compreender essa ideia:
Mt 5.11-12 : 11 "Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa os insultarem, perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês. 12 Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a recompensa de vocês nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês".
Mt 5.3 : "Bem-aventurados os pobres em espírito, pois deles é o Reino dos céus.

ORE POR:
- Pr. Júnior e Kamila;
- Pr. Tomaz e Sônia;
- Miss. Danieli Regina da Silva - Radical Sertanejo;
- Miss. Juan Miguel Rodriguez Torres - Cuba;
- Melhor acesso às escolas para as crianças;
- Pessoas com Surdez

LEIA MAIS A BÍBLIA:

25/8, terça-feira

Não seja motivado em agradar a si mesmo
Gl 6.13

Mt 23:4; Fp 3:19

Buscando glória para si mesmo para compensar sua incapacidade de alcançar o padrão de Deus.

Ninguém cumpre a Lei.
Nem circuncidado, nem incircuncidado, nem novo, nem velho, nem rico, nem pobre, nem homem, nem mulher, não ninguém que cumpra a Lei, ninguém pode creditar a si ter alcançado o padrão de perfeição de Deus, tendo assim crédito para reivindicar santidade plena.

Os judaizantes estavam realizando algo para compensar a sua falta.
Pensavam que ao fazer o que estavam fazendo podiam ter alguma coisa para se gloriarem a si mesmos. Algo ao qual podiam dizer: “Mas fizemos isso...” para cobrir as suas falhas.
Também fazemos isso, tentamos encobrir as nossas falhas com outras obras. Não estamos dispostos a assumir o nosso fracasso e erro, então fazemos coisas para compensar. Fazemos isso para aplacar a nossa consciência e para que continuemos na prática do erro.

ORE POR:
- Helena e Família;
- Leontina Medrado;
- Miss. Laysa Souza Mattos - Radical Cristolândia;
- Miss. Juana Teresa Mora Rodriguez De Ramirez - República Dominicana;
- Melhor educação para as crianças;
- Pessoas com Cegueira

LEIA MAIS A BÍBLIA:

26/8, quarta-feira

Glorie-se na cruz de Cristo
Gl 6.14

Rm 6:6; Fp 3:3,7-8; 1Co 2:2

Jamais se glorie em si mesmo.
Devemos fazer o certo porque é certo ou para nos gloriarmos de nossa capacidade? A motivação para continuarmos na prática do bem não é olharmos no espelho e declarar para nós mesmos o quanto somos melhores que os outros. Tudo o que fazemos devemos para agradar a Deus e em gratidão por tudo o que Ele fez por nós.

A nossa glória é a cruz de nosso Senhor Jesus Cristo.
Na cruz de Cristo Deus nos venceu, não há mais orgulho, não há mais rebeldia, não há mais máscaras, estamos nus diante dEle, não há mais como esconder a nossa fraqueza e vergonha.
Na cruz de Cristo Deus venceu por nós, não há mais culpa, não há mais condenação, não há mais medo.

Na cruz o mundo foi crucificado para mim.
Na cruz de Cristo Deus venceu o mundo. O mundo foi derrotado, todo o seu poder, seu fascínio, seu domínio foram derrotados, arruinados, crucificados.

Na cruz eu fui crucificado para o mundo.
Na cruz de Cristo Deus me crucificou. Acabou com a vida que eu tinha planejado para mim, de acordo com os meus objetivos egocêntricos. Não sou mais motivado pelo mundo, sou motivado para agradar a Deus, que em resgatou da ruína do pecado.

ORE POR:
- Isa e Família;
- Pr Madeira e Melita (Moçambique);
- Miss. Welliton Santiago Menezes - Radical Cristolândia;
- Miss. Juliete Diouf - África;
- Fim do abuso sexual contra adolescentes;
- Pessoas com Dificuldade de Mobilidade

LEIA MAIS A BÍBLIA:

27/8, quinta-feira

Não há valor nas obras dos homens. Só há valor em ser obra de Deus.
Gl 6.15

1Co 7:19; Jo 3:5,7; 15:14; Rm 2:28; 6:4; Mt 12:50

As obras dos homens não produzem justiça.
Ser circuncidado ou não, batizado nas águas ou não, vestir determinada roupa, orar no monte ou de joelhos, dar todos os bens, ter toda a ciência, entregar a sua vida para ser queimada. Nada que o ser humano faça pode lhe creditar justiça.

O que importa é ser uma nova criação.
Deus está adotando filhos dentre os homens para serem seus através de Cristo. Somente aqueles que entregaram suas vidas a Cristo, sendo recebidos como filhos e habitados pelo Espírito é que são nova criação.
Deus fará novos céus e nova terra onde habitará a justiça, Ele está recrutando pessoas para viverem esse novo tempo. Os que creram no chamado de Deus já começam a experimentar os primeiros frutos dessa nova era que se aproxima. E somente isso é que importa.

ORE POR:
- Dezinha e Família;
- Pr Maisel e Márcia;
- Miss. Danilo Gonçalves Pereira - Radical Cristolândia;
- Miss. Julio Cesar Machado - Cuba;
- Cura para adolescentes em depressão;
- Pessoas com Deficiência Mental

LEIA MAIS A BÍBLIA:

28/8, sexta-feira

Paz e Misericórdia
Gl 6.16

Rm 2:29; Fp 3:3

O povo de Deus só confia em Deus.
A regra que governa todo o povo de Deus em todas as eras é: total desconfiança de si mesmo e total confiança em Deus.

A Paz e a Misericórdia estão sobre os que confiam em Deus.
Sem o peso de tentar alcançar um padrão inatingível e sendo já por Deus aceitos através de Cristo são em si mesmo expressões da Paz e da Misericórdia.

ORE POR:
- Maria e Família;
- Marcone e Neide;
- Miss. Denise Gabriela Leon Perez - Radical Cristolândia;
- Miss. Justino - África;
- Orientação vocacional para os adolescentes;
- Melhores políticas para as Pessoas com Deficiência

LEIA MAIS A BÍBLIA:

29/8, sábado

As marcas de Jesus
Gl 6.17-18

2Co 1:5; 4:10; Cl 1:24; Rm 16:20; 2Tm 4:22; Fm 1:2

Leve as marcas de Cristo em seu corpo.
Identificar-nos com Cristo envolve a nossa vida integralmente. Tudo o que Cristo viveu devemos viver, expressando o seu caráter, expondo as suas palavras, exercendo as suas obras, mesmo que isso nos coloque diante de perseguição, lutas, perdas e vulnerabilidade.

Graça.
Essa é a palavra-chave da carta aos Gálatas. Ela abre e fecha esse texto. Através desse livro vimos todos os argumentos em defesa da graça de Deus em Cristo. Portanto, que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com o nosso espírito.

ORE POR:
- Ninha e Família;
- Mis Noeme e Esdras;
- Miss. Jailton Barbieri de Castro - Radical Cristolândia;
- Miss. Kallel Del Bianco - África;
- Melhor educação para os adolescentes;
- Famílias das Pessoas com Deficiência

LEIA MAIS A BÍBLIA: