Share on whatsapp
Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email
Share on print

26/4, segunda-feira

Se queremos saber para onde Deus vai nos levar (direção) e para que ele vai nos chamar (vocação), podemos ter certeza de que isto tem relação com a melhor maneira em que podemos servi-lo (ministério).

Ao considerar a palavra “ministério” é preciso fazer uma distinção entre o seu significado mais amplo e o outro, mais limitado, entre a sua aplicação num sentido geral e o mais específico.

Eis aqui três afirmações acerca do ministério:

Todos os cristãos, sem exceção, são chamados a ministrar — ou melhor, para gastar suas vidas em ministério

Ministério não é um privilégio de uma pequena elite, mas de todos os discípulos de Jesus.

Fazemos um grande desserviço à causa cristã sempre que nos referimos ao pastorado como “o ministério”, dando a impressão de que o pastorado é o único ministério que existe.

A palavra “ministério” é um termo genérico; enquanto não lhe acrescentarmos um adjetivo, tal como pastoral, social, etc, ela não terá especificidade.

A razão para o fato de que todos os cristãos, sem exceção, são chamados a ministrar é o Senhorio de Jesus Cristo. Já que ele é “o servo” por excelência, aquele que se doou sem reservas para o serviço de Deus e dos seres humanos, seria impossível ser seu discípulo sem procurar seguir seu exemplo de serviço.

Jesus pregou o reino, curou os doentes, alimentou os famintos, foi amigo dos que não tinham amigos, defendeu os oprimidos, confortou os enlutados, procurou os perdidos e lavou os pés dos apóstolos. Nenhuma tarefa era pesada demais e nenhum ministério desprezível demais para ele. Ele viveu sua vida e morreu sua morte em serviço intensamente abnegado. E nós, não vamos imitá-lo?

Mt 20.25-28

25 Jesus os chamou e disse: “Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. 26 Não será assim entre vocês. Pelo contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, 27 e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo; 28 como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos”.

O mundo mede a grandeza pelo sucesso; Jesus a mede pelo serviço.

ORE:

  • Consagrando sua vida para o ministério que o Senhor tem para você.

ORE POR:

  • Pr. Júnior, Kamila e Pérola;
  • Pr. Tomaz Munguba e Sônia;
  • Miss. Rosiane Leite de Oliveira – Radical Cristolandia;
  • Miss. Thalles Rocha – África;
  • Primeira Igreja Batista em Nova Esperança;
  • Pessoas com Dificuldade de Mobilidade;
  • Juízes

LEIA MAIS A BÍBLIA: