Share on whatsapp
Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email
Share on print

2/4, sexta-feira

Só existe um que nós deveríamos recusar-nos a ouvir, pelo simples fato de que não vale a pena ouvi-lo — e este é o diabo, junto com seus emissários.

A essência da sabedoria é ser um ouvinte que sabe discernir, distinguir e escolher cuidadosamente a quem ouvir. Deixar de fazer isso foi o erro dos nossos primeiros pais no Jardim do Éden. Ao invés de darem ouvidos à verdade de Deus, eles deram crédito às mentiras de Satanás. E quantas vezes nós somos loucos o suficiente para imitá-los!

Mas nós não deveríamos dar ouvidos à conversa do diabo, seja através de mentiras ou propaganda, calúnias ou fofocas, obscenidades ou insultos.

Pv 12.16

O insensato revela de imediato o seu aborrecimento, mas o homem prudente ignora o insulto.

Se nos recusamos terminantemente a dar ouvidos a qualquer coisa que seja falsa, injusta, descortês ou impura, deveríamos ao mesmo tempo ouvir cuidadosamente instruções que contenham pontos de vista, interesses, problemas e preocupações de outras pessoas. Pois, como bem se diz: “Deus nos deu dois ouvidos, mas somente uma boca; portanto, é evidente que ele esperava que ouvíssemos o dobro do que falamos.”

—–

Tirar tempo para ouvir a Deus e aos nossos semelhantes começa como um sinal de cortesia e respeito, continua como o caminho para a compreensão mútua e para o aprofundamento dos relacionamentos e, acima de tudo, é um autêntico sinal de humildade e amor cristão. Portanto, queridas irmãs e irmãos, todo mundo deveria ser “pronto para ouvir, tardios para falar, e tardios para irar-se” (Tg 1.19)

ORE:

  • Para aprender a discernir aquilo que não devemos ouvir

ORE POR:

  • Ninha e Família;
  • Miss Morgana (Egito)
  • Miss. Eric Silva Nunes – Radical Sertanejo;
  • Miss. Santos Bernardo – Ásia;
  • Congregação Evangélica Batista no Varadouro – João Pessoa;
  • Crescimento nas Industrias;
  • Casais jovens

LEIA MAIS A BÍBLIA: